Tribunais

AFA academia da força aérea criciuma tubarão florianopolis blumenau itajaí joinvile jaraguá do sul lages chapecó

Supremo Tribunal Federal

O Supremo Tribunal Federal é o órgão de cúpula do Poder Judiciário, e a ele compete, precipuamente, a guarda da Constituição, conforme definido no art. 102 da Constituição da República.

É composto por onze Ministros, todos brasileiros natos (art. 12, § 3º, inc. IV, da CF/1988), escolhidos dentre cidadãos com mais de 35 e menos de 65 anos de idade, de notável saber jurídico e reputação ilibada (art. 101 da CF/1988), e nomeados pelo Presidente da República, após aprovação da escolha pela maioria absoluta do Senado Federal (art. 101, parágrafo único, da CF/1988).

Entre suas principais atribuições está a de julgar a ação direta de inconstitucionalidade de lei ou ato normativo federal ou estadual, a ação declaratória de constitucionalidade de lei ou ato normativo federal, a arguição de descumprimento de preceito fundamental decorrente da própria Constituição e a extradição solicitada por Estado estrangeiro.

Analista Judiciário

Remuneração inicial: em torno de R$ 13.000,00.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 1: ADMINISTRATIVA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 2: CONTABILIDADE

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Contabilidade.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 3: SEGURANÇA JUDICIÁRIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 4: JUDICIÁRIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 5: OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 6: ANALISTA DE INFORMÁTICA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação na área de Tecnologia da Informação ou de graduação em qualquer curso superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de curso de pós-graduação em área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 7: ANALISTA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação na área de Tecnologia da Informação ou de graduação em qualquer curso superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de curso de pós-graduação em Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 8: ARQUITETURA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 9: ARQUIVOLOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro na Delegacia Regional do Trabalho.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 10: BIBLIOTECONOMIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Biblioteconomia.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 11: COMUNICAÇÃO SOCIAL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro na Delegacia Regional do Trabalho.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 12: ENFERMAGEM

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Enfermagem.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 13: ENGENHARIA CIVIL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 14: ENGENHARIA ELÉTRICA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 15: ENGENHARIA MECÂNICA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Engenharia Mecânica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 16: ESTATÍSTICA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Estatística, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Estatística.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 17: FISIOTERAPIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Fisioterapia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e registro no Conselho Regional de Fisioterapia.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 18: MEDICINA

Requisito (ramo Medicina do Trabalho): diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC; certificado de conclusão de residência médica em Medicina do Trabalho, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, ou título de especialista em Medicina do Trabalho emitido pela Associação Médica Brasileira; e registro na especialidade no Conselho Regional de Medicina.

Requisito (demais ramos): diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, certificado de conclusão de residência médica no ramo a ser definido pela Administração, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, e registro na especialidade no Conselho Regional de Medicina.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 19: NUTRIÇÃO

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Nutrição, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Nutrição.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 20: ODONTOLOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Odontologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e, no mínimo, três anos de registro no Conselho Regional de Odontologia. No caso de área especializada, diplomas, devidamente registrados, de curso de nível superior de graduação em Odontologia e de especialização no ramo a ser definido pela Administração, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro na especialidade no Conselho Regional de Odontologia.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 21: PEDAGOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Pedagogia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 22: PSICOLOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Psicologia.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 23: REVISÃO DE TEXTOS

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Letras com habilitação em Língua Portuguesa, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 24: SERVIÇO SOCIAL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Serviço Social.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 25: SUPORTE EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Requisito: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação na área de Tecnologia da Informação ou de graduação em qualquer curso superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de curso de pós-graduação em área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.

Técnico Judiciário

Remuneração inicial: Em torno de R$7.000

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 1: ADMINISTRATIVA

Requisito: certificado, devidamente registrado, de curso de nível médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 2: SEGURANÇA JUDICIÁRIA

Requisito: certificado, devidamente registrado, de curso de nível médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC e carteira nacional de habilitação categoria D ou E.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 3: ENFERMAGEM

Requisito: certificado, devidamente registrado, de curso técnico de Enfermagem, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Enfermagem.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 4: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Requisito: certificado, devidamente registrado, de curso de nível médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, acrescido de habilitação específica em cursos de Tecnologia da Informação que somados apresentem carga horária mínima de 120 horas/aula.

STF

stj logo

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça (STJ) é um dos órgãos máximos do Poder Judiciário do Brasil. Descreve como sua missão zelar pela uniformidade de interpretações da legislação federal brasileira. O STJ também é chamado de “Tribunal da Cidadania”, por sua origem na “Constituição Cidadã”. É de responsabilidade do STJ julgar, em última instância, todas as matérias infraconstitucionais não especializadas, que escapem à Justiça do Trabalho, Eleitoral e Militar, e não tratadas na Constituição Federal, como o julgamento de questões que se referem à aplicação de lei federal ou de divergência de interpretação jurisprudencial.

Analista Judiciário

Remuneração: R$ 11.006,82.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 1: ADMINISTRATIVA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 2: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: BIBLIOTECONOMIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 3: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: FISIOTERAPIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso  de nível superior em Fisioterapia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 4: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ODONTOLOGIA – RAMO: ODONTOPEDIATRIA

Requisito: diploma, devidamente, registrado, de conclusão de curso de nível superior em Odontologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, registro no órgão de classe e título de especialista, de mestre ou de doutor, no ramo específico, registrado no conselho competente há, no mínimo, três anos.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 5: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ODONTOLOGIA – RAMO: PERIODONTIA

Requisito: diploma, devidamente, registrado, de conclusão de curso de nível superior em Odontologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, registro no órgão de classe e título de especialista, de mestre ou de doutor, no ramo específico, registrado no conselho competente há, no mínimo, três anos.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 6: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: PSICOLOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Psicologia,  fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 7: JUDICIÁRIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 8:  JUDICIÁRIA – ESPECIALIDADE: OFICIAL DE  JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido  por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 9: ADMINISTRATIVA – ESPECIALIDADE: SEGURANÇA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e Carteira Nacional de Habilitação Categoria “D”.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 10: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ANÁLISE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, ou graduação em qualquer curso superior acrescido de certificado de curso de pós-graduação na área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecidos por instituição reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 11: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ARQUITETURA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 12: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ARQUIVOLOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 13: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: COMUNICAÇÃO SOCIAL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Comunicação Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 14: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: CONTADORIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 15: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA CIVIL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 16: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA ELÉTRICA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 17: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: MEDICINA – RAMO: PEDIATRIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de conclusão de Residência Médica em Pediatria, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 18: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: PEDAGOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Pedagogia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 19: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: SERVIÇO SOCIAL

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no conselho de classe.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 20: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: SUPORTE EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, ou graduação em qualquer curso superior acrescido de certificado de curso de pós-graduação na área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecidos por instituição reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 21: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: MEDICINA – RAMO: CLÍNICA MÉDICA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, certificado de conclusão de Residência Médica em Clínica Médica, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 22: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: MEDICINA – RAMO: PSIQUIATRIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, certificado de conclusão de Residência Médica em Psiquiatria, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 23: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: PSICOLOGIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP).

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 24: JUDICIÁRIA

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Técnico Judiciário

Remuneração: R$6.708,53

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 1: ADMINISTRATIVA

Requisito: certificado de conclusão de curso de nível médio expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 2: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e habilitação específica em cursos de Desenvolvimento de Software que isoladamente ou somados apresentem carga horária mínima de 120 horas-aula.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 3: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENFERMAGEM

Requisitos: certificados de conclusão de curso de nível médio e de curso técnico em enfermagem expedidos por instituições de ensino reconhecidas pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 4: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: SUPORTE TÉCNICO

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e habilitação específica em cursos de Tecnologia da Informação em qualquer das seguintes áreas: tecnologias de rede, banco de dados, sistemas operacionais, segurança da informação, tecnologias de colaboração e telecomunicações – que isoladamente ou somados apresentem carga horária mínima de 120 horas-aula.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 5: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: TELECOMUNICAÇÕES E ELETRICIDADE

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio de técnico em Telecomunicações, em Eletrônica ou em Eletrotécnica, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

 

• ÁREA DE ATIVIDADE 7: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: SAÚDE BUCAL

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, acrescido de curso técnico em Saúde Bucal, inscrição no Conselho Regional de Odontologia e experiência profissional comprovada de dois anos.

 

•ÁREA DE ATIVIDADE 6: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Requisitos: certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, e habilitação específica em cursos de Tecnologia da Informação que somados apresentem carga horária mínima de 120 horas-aula.

Tribunais Estaduais

A organização da Justiça estadual é competência de cada estado e do Distrito Federal. Nela existem os juizados especiais cíveis e criminais. Nela atuam juízes de Direito (primeira instância) e desembargadores, (nos tribunais de Justiça, segunda instância). Nos estados e no DF também existem juizados especiais cíveis e criminais.

A função da Justiça estadual é processar e julgar qualquer causa que não esteja sujeita à Justiça Federal comum, do Trabalho, Eleitoral e Militar.

O STF e o STJ têm poder sobre a Justiça comum federal e estadual. Em primeira instância, as causas são analisadas por juízes federais ou estaduais. Recursos de apelação são enviados aos Tribunais Regionais Federais, aos Tribunais de Justiça e aos Tribunais de Segunda Instância, os dois últimos órgãos da Justiça Estadual.

Às decisões dos tribunais de última instância das justiças Militar, Eleitoral e do Trabalho cabe recurso, em matéria constitucional, para o STF.

Cada Tribunal Estadual possui seus próprios cargos e remunerações.

weight-balance

Perguntas Frequentes

Onde o curso é ministrado?

O Curso de Formação de Oficiais da Aeronáutica é ministrado na Academia da Força Aérea, situado em Pirassununga/SP.

Quais são as áreas de formação?

A Academia da Força Aérea forma cadetes dos seguintes cursos:
Curso de Formação de Oficiais Aviadores (CFOAv)
Curso de Formação de Oficiais Intendentes (CFOInt)
Curso de Formação de Oficiais de Infantaria da Aeronáutica (CFOInf)
Além disso, todos os cadetes da Academia, ao final do curso, recebem o título de bacharéis em Administração, com ênfase em Administração Pública.

Como o curso é ministrado?

Os Cadetes do Curso de Formação de Oficiais de Infantaria (CFOInf) estudam Métodos de Defesa e Segurança das Instalações Militares, Emprego de Defesa Antiaérea de Aeródromos e Sítios, Comando de Frações de Tropas e do Serviço de Salvamento e Combate a Incêndio (SESCINC), além Legislação Militar, Direito Militar, Emprego de Armamento, Serviço Militar e Mobilização, entre outras. Após 4 (quatro) anos de formação acadêmica, são declarados Aspirantes a Oficial e começam a desempenhar suas atividades operacionais de combatente terrestre, como elemento-chave do Sistema de Defesa do Comando da Aeronáutica, em todo o território nacional.

Os Cadetes do Curso de Formação de Intendentes (CFOInt) estudam em laboratórios de administração e intendência, onde aprendem a ciência e a tecnologia moderna da gestão econômico-financeira e dos serviços especializados de intendência, preparando-se assim para as tarefas de um combatente de superfície, integrado ao sistema logístico do Comando da Aeronáutica. Após 4 (quatro) anos acadêmicos, são declarados Aspirantes a Oficial e começam a desempenhar suas atividades administrativo-operacionais nas diversas Organizações do Comando da Aeronáutica.

Os Cadetes do Curso de Formação de Aviadores (CFOAv) iniciam a instrução aérea na 2ª série, voando o T-25 “UNIVERSAL”, avião de instrução primária/básica de fabricação nacional, e, nessa aeronave, voam cerca de 75 (setenta e cinco) horas. Na 4ª série, os cadetes realizam a sua instrução na aeronave T-27 “TUCANO”, turboélice de instrução avançada, também de fabricação nacional, no qual voam cerca de 125 (cento e vinte e cinco) horas. Após 4 (quatro) anos de período intenso de aprendizagem são declarados Aspirantes a Oficial e seguem carreira dentro da Força Aérea.

Quais os benefícios do aluno?

O aluno vive em regime de internato durante todo o período de formação, sendo alojado, alimentado e fardado por conta do Estado, além de receber salário militar previsto em lei. Participa, ainda, de atividades sociais, culturais, recreativas e esportivas.

Edital do Concurso

Escolaridade Exigida

Para fazer o concurso, o aluno precisa estar no 3º ano ou possuir o Ensino Médio completo

Idade

Não ter menos de 17 (dezessete) anos nem completar 23 (vinte e três) anos de idade até 31 de dezembro do ano da matrícula

Sexo

Masculino e Feminino

Número de vagas

75

Data(s) da(s) prova(s)

Junho

Local de realização da(s) prova(s)

Porto Alegre

Duração do exame intelectual

4h20min

Observações sobre o concurso

O Teste de Aptidão à Pilotagem Militar (TAPMIL) é destinado somente aos candidatos que após aprovados no Exame intelectual, optarem pelo Curso de Formação de Oficiais Aviadores - CFOAV

Conheça nossos
cursos online