INSS

AFA academia da força aérea criciuma tubarão florianopolis blumenau itajaí joinvile jaraguá do sul lages chapecó

logo-inss-final

O que é o INSS?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um órgão do Ministério da Previdência Social, ligado diretamente ao Governo, responsável pelo pagamento da aposentadoria e demais benefícios aos trabalhadores brasileiros, com exceção de servidores públicos.

Cargos e Remunerações

Analista do Seguro Social

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior reconhecida pelo MEC em uma das áreas abaixo:

  • Seguro Social
  • Direito
  • Estatística
  • Ciências Contábeis
  • Administração
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia de Telecomunicações
  • Engenharia com especialização em Segurança do Trabalho
  • Arquitetura
  • Tecnologia da Informação
  • Terapia Ocupacional
  • Psicologia
  • Jornalismo
  • Publicidade e Propaganda
  • Fisioterapia
  • Letras

Remuneração: até 7.954,09, correspondente à remuneração bruta, já incluído Vencimento Básico, GAE (Gratificação de Atividade Executiva) e GDASS (Gratificação de Desempenho de Atividade do Seguro Social).

Jornada de Trabalho: 40 horas semanais.

Técnico do Seguro Social

Requisito: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições: realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

Remuneração: até R$ 5.344,87 correspondente à remuneração bruta, já incluído Vencimento Básico, GAE (Gratificação de Atividade Executiva) e GDASS (Gratificação de Desempenho de Atividade do Seguro Social).

Jornada de Trabalho: 40 horas semanais.

Perguntas Frequentes

Onde o curso é ministrado?

O Curso de Formação de Oficiais da Aeronáutica é ministrado na Academia da Força Aérea, situado em Pirassununga/SP.

Quais são as áreas de formação?

A Academia da Força Aérea forma cadetes dos seguintes cursos:
Curso de Formação de Oficiais Aviadores (CFOAv)
Curso de Formação de Oficiais Intendentes (CFOInt)
Curso de Formação de Oficiais de Infantaria da Aeronáutica (CFOInf)
Além disso, todos os cadetes da Academia, ao final do curso, recebem o título de bacharéis em Administração, com ênfase em Administração Pública.

Como o curso é ministrado?

Os Cadetes do Curso de Formação de Oficiais de Infantaria (CFOInf) estudam Métodos de Defesa e Segurança das Instalações Militares, Emprego de Defesa Antiaérea de Aeródromos e Sítios, Comando de Frações de Tropas e do Serviço de Salvamento e Combate a Incêndio (SESCINC), além Legislação Militar, Direito Militar, Emprego de Armamento, Serviço Militar e Mobilização, entre outras. Após 4 (quatro) anos de formação acadêmica, são declarados Aspirantes a Oficial e começam a desempenhar suas atividades operacionais de combatente terrestre, como elemento-chave do Sistema de Defesa do Comando da Aeronáutica, em todo o território nacional.

Os Cadetes do Curso de Formação de Intendentes (CFOInt) estudam em laboratórios de administração e intendência, onde aprendem a ciência e a tecnologia moderna da gestão econômico-financeira e dos serviços especializados de intendência, preparando-se assim para as tarefas de um combatente de superfície, integrado ao sistema logístico do Comando da Aeronáutica. Após 4 (quatro) anos acadêmicos, são declarados Aspirantes a Oficial e começam a desempenhar suas atividades administrativo-operacionais nas diversas Organizações do Comando da Aeronáutica.

Os Cadetes do Curso de Formação de Aviadores (CFOAv) iniciam a instrução aérea na 2ª série, voando o T-25 “UNIVERSAL”, avião de instrução primária/básica de fabricação nacional, e, nessa aeronave, voam cerca de 75 (setenta e cinco) horas. Na 4ª série, os cadetes realizam a sua instrução na aeronave T-27 “TUCANO”, turboélice de instrução avançada, também de fabricação nacional, no qual voam cerca de 125 (cento e vinte e cinco) horas. Após 4 (quatro) anos de período intenso de aprendizagem são declarados Aspirantes a Oficial e seguem carreira dentro da Força Aérea.

Quais os benefícios do aluno?

O aluno vive em regime de internato durante todo o período de formação, sendo alojado, alimentado e fardado por conta do Estado, além de receber salário militar previsto em lei. Participa, ainda, de atividades sociais, culturais, recreativas e esportivas.

Edital do Concurso

Escolaridade Exigida

Para fazer o concurso, o aluno precisa estar no 3º ano ou possuir o Ensino Médio completo

Idade

Não ter menos de 17 (dezessete) anos nem completar 23 (vinte e três) anos de idade até 31 de dezembro do ano da matrícula

Sexo

Masculino e Feminino

Número de vagas

75

Data(s) da(s) prova(s)

Junho

Local de realização da(s) prova(s)

Porto Alegre

Duração do exame intelectual

4h20min

Observações sobre o concurso

O Teste de Aptidão à Pilotagem Militar (TAPMIL) é destinado somente aos candidatos que após aprovados no Exame intelectual, optarem pelo Curso de Formação de Oficiais Aviadores - CFOAV

Conheça nossos
cursos online